Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Mensagem’ Category

Martinho Lutero, o grande teólogo do século XVI experimentou certa vez um longo período de preocupação e abatimento. Um dia a sua esposa vestiu roupas pretas como se estivesse de luto.

“Quem morreu?” perguntou Lutero.

“Deus”, disse a sua esposa.

“Deus!” disse Lutero, horrorizado. “Como podes dizer tal coisa?” Ela replicou: ” Estou apenas a revelar a forma como estás a viver.”

Lutero percebeu que ele estava realmente a viver como se Deus não mais estivesse vivo ou não mais os estivesse a observar com amor. Ele mudou o seu aspecto de tristeza para uma atitude de gratidão.

Ocasionalmente também nós vivemos como se Deus estivesse morto. Quando estamos desanimados podemos virar-nos para a Bíblia. Alguns dos seus escritores enfrentaram tempos desanimadores e áridos, mas todos eles tiveram um hábito em comum que os impediu de se tornarem amargos: ao darem graças a Deus. Por exemplo, Davi escreveu: Tornaste o meu pranto em folguedo… Senhor meu Deus, eu Te louvarei para sempre” (livro de Salmos capítulo 30 versos 11 e 12).

Ir ao encontro de cada situação com ação de graças não é negar a dificuldade. Isso ajuda-nos a ver essas situações segundo a perspectiva de Deus – ou seja, como oportunidades para descobrir o Seu poder e amor.

Sempre que expressas gratidão a Deus numa situação difícil, estás a declarar: “Deus está vivo!”

Fonte: Boletim semanal da Igreja Presbiteriana Betânia.

Read Full Post »

“Vós mesmos sois testemunhas de que vos disse: eu não sou o Cristo, mas fui enviado como seu precursor.
O que tem a noiva é o noivo; o amigo do noivo que está presente e o ouve muito se regozija por causa da voz do noivo. Pois esta alegria já se cumpriu em mim.
Convém que ele cresça e que eu diminua.” (João 3.28-30)

Nesta passagem, pessoas questionam João sobre Jesus. João já tinha discípulos, pessoas que seguiriam suas palavras e suas ações. Porém, ele nunca se ensoberbeceu, sempre seguindo seu propósito: anunciar o Messias. João tinha total convicção de que ele deveria diminuir para que Cristo crescesse.
A música Me convém diminuir remete diretamente ao pensamento de João, só que se aplicando às nossas vidas. Ela mexeu muito comigo. Assim como o texto bílblico, me exortou às atitudes necessárias para seguir uma vida cristã sincera. Ela inicia com o seguinte verso:
“Enche o meu coração de Ti, pois sem Ti não sou nada, Jesus”.
Nós costumamos ter o grande defeito de encher o nosso coração com muitas coisas. Ensinamentos que aprendemos em filmes, livros. A gente enche nosso coração com pessoas próximas: familiares, amigos. Também enchemos com sonhos. Sonhos de estudo, emprego, consumo. Sonhos de relacionamento.
Mas nós não nos preocupamos apenas com estas coisas. Acabamos por preencher nosso coração com ódio. Ódio de situações, de atitudes, de pessoas. Inveja dos sonhos alcançados por outrem. Rancor vindo de relacionamentos passados. Repicamos nossos corações com lembranças ruins, transformamos nossas experiências em traumas, criamos sequelas. Nossos sonhos, amores, ensinamentos acabam sendo corrompidos, expulsados pelo ódio, pela inveja. Enfim, tudo é destroçado pelas motivações erradas.
É possível preencher nosso coração de coisas boas, de coisas que edifiquem aos outros e a nós mesmos. O problema é que se nós mesmos nos encarregamos de fazer isso, acabamos por escolher as coisas erradas, os sentimentos errados, as motivações erradas.
A música ainda continua dizendo:
“Me convém diminuir, pra que o Senhor cresça em mim. Me convém me esvaziar e encher-me de Ti. Negar tudo o que sou, e ser santo como és. Tomar a minha cruz e seguir-te, meu Jesus.”
Enquanto dermos valor ao que nós queremos, ao que nós achamos que é bom, só iremos nos afastar de Deus. E só iremos encher nosso coração de coisas más. Temos de negar o que somos, o que queremos, temos de nos diminuir e deixar que Cristo cresça em nós. Enquanto não abandonarmos nossas vontades egoístas, não seremos santificados por Deus. A entrega por completo, a declaração de dependência é indispensável.
Enquanto não nos diminuirmos, enquanto não formos revestidos da imagem de Cristo, enquanto não tivermos nosso coração cheio Dele, nós não conseguiremos carregar nossa cruz e segui-lo.

_____________________________________________________________________________________

Esse texto foi escrito pelo meu maninho Alcy Filho. Ele tem um blog de contos, crônicas e poesias escritas por ele, vale a pena conferir! -> http://oilusorio.blogspot.com

Read Full Post »

Amados em Cristo, a mensagem para o nosso fim de semana é a da vitória de Cristo na Cruz. Na vida passamos por momentos difíceis em que nossa fé é provada… Mas não podemos desanimar! Deus nos chama a vencer o mundo por meio da nossa Fé! Ele nos amou e nos ama de tal maneira a dar Seu Filho para morrer por nós. Alegre-se! Seus pecados foram lavados na Cruz de Cristo. Não deixe que as pedras no caminho desviem o seu olhar do alvo: Jesus.


Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. (João 15:19)

Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. (João 16:33)

Porque todo o que é nascido de DEUS vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa FÉ. (1João 5:4)

Read Full Post »

Como agradecer a Deus por tantas coisas boas que Ele tem feito por nós?

Já parou para pensar quantos motivos temos para sermos gratos a nosso Deus?

São bençãos de Deus

O Ar que respiramos

O sol que nasce todos os dias

Devemos ser gratos ao Pai pelo alimento que é colocado em nossas mesas

Pela saúde, força e inteligência para o trabalho, estudos…

Pela nossa família, pelos amigos verdadeiros…

Enfim, pelas vidas que Deus coloca junto da nossa vida para crescermos juntos e aprendermos entre tantas coisas, a mais importante de todas: o Amor.

Pelas promessas de Deus a nossas vidas, pela oportunidade de entender a vontade de nosso Pai se manifestar por meio de Sua Palavra.

Pela oportunidade que temos por meio de Jesus Cristo de nos arrependermos de nossos pecados e recomeçarmos a cada manhã…

A palavra do Senhor está repleta de textos de louvor e gratidão a Deus pelo que Ele é, pelo que Ele nos tem feito e pelo que Ele irá fazer em nossas vidas. Em todos os momentos teremos motivos para nos alegrarmos no Senhor e é desejo dEle que sejamos seus verdadeiros adoradores.

Porque a tua graça é melhor do que a vida; os meus lábios te louvam. Assim, cumpre-me bendizer-te enquanto eu viver; em teu nome, levanto as mãos. Salmo 63:3-4

Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos, as suas maravilhas. Salmo 96:3

O que me oferece sacrifício de ações de graças, esse me glorificará; e ao que prepara o seu caminho, dar-lhe-ei que veja a salvação de Deus. Salmo 50:23

Render-te-ei graças, SENHOR, de todo o meu coração; na presença dos poderosos te cantarei louvores. Prostrar-me-ei para o teu santo templo e louvarei o teu nome, por causa da tua misericórdia e da tua verdade, pois magnificaste acima de tudo o teu nome e a tua palavra. No dia em que eu clamei, tu me acudiste e alentaste a força de minha alma. Salmo 138:1-3.

Read Full Post »

Bordado


O Prof. Damásio de Jesus é um dos maiores tratadistas do Direito Penal Brasileiro, com incontáveis publicações na área Processual.

Em novembro de 2002 ele escreveu isso:

– Quando eu era pequeno, minha mãe costurava muito. Eu me sentava no chão, brincando perto dela, e sempre lhe perguntava o que estava fazendo.
Respondia que estava bordando.

Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta. Observava seu trabalho de uma posição abaixo de onde ela se encontrava sentada e repetia:
– Mãe, o que a senhora está fazendo? Dizia-lhe que, de onde eu olhava, o que ela fazia me parecia muito estranho e confuso. Era um amontoado de nós, e fios de cores diferentes,
compridos, curtos, uns grossos e outros finos. Eu não entendia nada. Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente me explicava:

– Filho, saia um pouco para brincar e quando terminar meu trabalho eu chamo você e o coloco sentado em meu colo. Deixarei que veja o trabalho
da minha posição. Mas eu continuava a me perguntar lá de baixo: – Por que ela usava alguns fios de cores escuras e outros claros?
– Por que me pareciam tão desordenados e embaraçados? – Por que estavam cheios de pontas e nós? – Por que não tinham ainda uma forma definida? –
Por que demorava tanto para fazer aquilo?

Um dia, quando eu estava brincando no quintal, ela me chamou: – Filho, venha aqui e sente em meu colo. Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado. Não podia crer! Lá de baixo parecia tão confuso! E de cima vi uma paisagem maravilhosa!

Então minha mãe me disse: – Filho, de baixo, parecia confuso e desordenado porque você não via que na parte de cima havia um belo desenho. Mas, agora,
olhando o bordado da minha posição, você sabe o que eu estava fazendo.

Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para o céu e dito:
– Pai, o que estás fazendo?

Ele parece responder:
– Estou bordando a sua vida, filho.

E eu continuo perguntando:
– Mas está tudo tão confuso… Pai, tudo em desordem. Há muitos nós, fatos ruins que não terminam e coisas boas que passam rápido.

– O Pai parece me dizer: ‘Meu filho, ocupe-se com seu trabalho, descontraia-se, confie em Mim e… Eu farei o meu trabalho. Um dia, colocarei você em meu colo e então vai
ver o plano da sua vida da minha posição.’

Muitas vezes não entendemos o que está acontecendo em nossas vidas.

As coisas são confusas, não se encaixam e parece que nada dá certo.

É que estamos vendo o avesso da vida!

Do outro lado, Deus está bordando…”

Read Full Post »

Deus nunca erra

Um rei que não acreditava na bondade de DEUS, tinha um servo que em todas as situações lhe dizia:

– Meu rei, não desanime porque tudo que Deus faz é perfeito, Ele não erra!

Um dia eles saíram para caçar e uma fera atacou o rei. O seu servo conseguiu matar o animal, mas não pôde evitar que sua majestade perdesse um dedo da mão.

Furioso e sem mostrar gratidão por ter sido salvo, o nobre disse:

– Deus é bom? Se Ele fosse bom eu não teria sido atacado e perdido o meu dedo.

O servo apenas respondeu:

– Meu Rei, apesar de todas essas coisas, só posso dizer-lhe que Deus é bom; e ele sabe o porquê de todas as coisas.  O que Deus faz é perfeito. Ele nunca erra! Indignado com a resposta, o rei mandou prender o seu servo. Tempos depois, saiu para uma outra caçada e foi capturado por selvagens que faziam sacrifícios humanos.

Já no altar, prontos para sacrificar o nobre, os selvagens perceberam que a vítima não tinha um dos dedos e soltaram-no: ele não era perfeito para ser oferecido aos deuses.
Ao voltar para o palácio, mandou soltar o seu servo e recebeu-o muito afetuosamente. Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Escapei de ser sacrificado pelos selvagens, justamente por não ter um dedo! Mas tenho uma dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você, que tanto o defende, fosse preso?
– Meu rei, se eu tivesse ido com o senhor nessa caçada, teria sido sacrificado em seu lugar, pois não me falta dedo algum. Por isso, lembre-se: tudo o que Deus faz é perfeito.
Ele nunca erra! Muitas vezes nos queixamos da vida e das coisas aparentemente ruins que nos acontecem, esquecendo-nos que nada é por acaso e que tudo tem um propósito. Toda a manhã ofereça seu dia a Deus.

Peça para Deus inspirar os seus pensamentos, guiar os seus atos, apaziguar os seus sentimentos. E nada tema, pois DEUS NUNCA ERRA!

Sabe por que você esta lendo essa mensagem? Eu não sei, mas Deus sabe, pois Ele nunca erra…

Read Full Post »


Estava tudo tranqüilo em nosso quintal. Enquanto trabalhava na mesa do pátio, nosso animal de estimação estava deitado na grama ali por perto. Um leve movimento de folhas secas mudou tudo. Ele efetuou o seu ataque, e logo estava correndo ao redor de uma árvore, onde uma marmota (esquilo) se agarrava firmemente ao tronco.

Ele veio quando a chamei, mas não consegui fazê-la olhar para mim. Seu pescoço estava em uma posição rigidamente fixa. Embora estivesse perto de mim fisicamente, seus pensamentos e desejos estavam naquela marmota.

Esta história lembra-me da facilidade com que fico preocupada com assuntos que tiram meus olhos de Jesus. Velhas tentações, novas responsabilidades, ou contínuos desejos de bens materiais ou prazer podem rapidamente tirar minha atenção do único que conhece e quer o que é melhor para mim.

Uma condição espiritual semelhante afligia os fariseus Mateus 15:8-9 “8 Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus”.

. Estavam servindo no templo e instruindo os outros, mas seus corações estavam longe de Deus.

Nós também podemos ensinar e servir na igreja, e estar longe de Deus. Nossas atividades religiosas ficam sem sentido quando nossa atenção não está em Jesus. Se deixarmos de ter uma “dura cerviz” Atos 7:51 “Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; como o fizeram os vossos pais, assim também vós”.O Senhor pode tirar nossos olhos de coisas sem valor e reavivar o nosso coração.

Pensamento

Quando Cristo é o centro da nossa vida, tudo o mais se resolve.

Fonte: Email Bola de Neve

Read Full Post »

Deus, fale comigo.

Um homem sussurrou: Deus, fale comigo.
E um rouxinol começou a cantar
Mas o homem não ouviu.

Então o homem repetiu:
Deus, fale comigo!
E um trovão ecoou nos céus
Mas o homem foi incapaz de ouvir.

O Homem olhou em volta e disse:
Deus, deixe-me vê-lo
E uma estrela brilhou no céu
Mas o homem não a notou.

O homem começou a gritar:
Deus, mostre-me um milagre
E uma criança nasceu
Mas o homem não sentiu o pulsar da vida.

Então o homem começou a chorar e a se desesperar:
Deus toque-me e deixe-me sentir
que você está aqui comigo…
E uma borboleta pousou suavemente
Em seu ombro
O homem espantou a borboleta com a mão e desiludido
Continuou o seu caminho triste, sozinho e com medo.

Até quando teremos que sofrer para ver que Deus está sempre conosco
Até quando manter os olhos e corações fechados para o milagre da vida que é DEUS.

Read Full Post »

A ilha deserta

ilha-deserta

Certa vez, um homem saiu em viagem de avião. E durante a viagem, enquanto voava sobre o mar, um dos motores do avião falhou e o piloto teve que fazer uma aterrissagem forçada no oceano.

Quase todos morreram, mas este homem conseguiu se agarrar a alguma coisa e se manteve flutuando sobre a água. Muito tempo depois, ele chegou a uma ilha deserta, chegou cansado, mas estava vivo! Então, ele agradeceu a Deus por ter sido livrado da morte. Para se alimentar, comeu peixes. Depois, a fim de se proteger, cortou algumas árvores e com muito esforço construiu uma casa.

Na verdade era uma barraca, era rude, feita de madeira e folhas. Mas para ele era a sua casa! Aquele homem ficou satisfeito e mais uma vez, agradeceu a Deus, porque podia dormir tranqüilo e sem medo dos animais selvagens que pudessem existir naquela ilha…

Um dia, ele estava pescando, e quando terminou, viu que havia apanhado muitos peixes. Ele ficou muito satisfeito, pois a comida era abundante. Mas ao voltar para a sua casa, qual não foi o tamanho de sua decepção ao ver que sua casa estava totalmente em chamas, incendiada. O homem se sentou sobre uma pedra, chorou e disse com amargura: “Deus! Como é que o Senhor pôde deixar isso acontecer comigo?! O Senhor sabe que eu preciso muito dessa casa, ela é meu abrigo, e agora deixou que ela pegasse fogo… O Senhor não tem compaixão de mim?”

Nesse mesmo instante, uma mão se pôs sobre o seu ombro e ele ouviu uma voz, dizendo: “Rapaz; vamos!” O homem virou o rosto para ver quem estava falando com ele, e qual não foi a sua surpresa, viu a sua frente um soldado do corpo de salvamento, todo uniformizado, e que lhe dizia: “Rapaz; vamos. Eu vim resgatá-lo!” “Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?” O soldado explicou: “Ah! Nós vimos que seu sinal de fumaça era um pedido de socorro. Então entramos no barco e chegamos aqui. Nós viemos buscá-lo!”

Aí, os dois subiram ao bote e assim o homem foi levado a salvo e teve sua vida reconstruída.

Guiarei os cegos por um caminho que não conhecem, fá-los-ei andar por veredas desconhecidas; tornarei as trevas em luz perante eles e os caminhos escabrosos, planos. Estas coisas lhes farei e jamais os desampararei

Isaías 42:16

Read Full Post »

Hoje assisti a um filme que gostei muito: “Dan in real life”, em português:  “Eu, meu irmão e nossa namorada”. O filme se trata de um viúvo, pai de três filhas, escritor de uma coluna de aconselhamento familiar em um jornal local. Esse rígido pai vê sua vida extremamente planejada sair do seu controle ao se apaixonar pela namorada do seu irmão.

As perguntas que me vieram ao assistir esse filme foram: Devemos ou não planejar? E, qual a vantagem de se planejar mesmo sabendo que as coisas muitas vezes não acontecem como planejado?

planejarSou uma pessoa extremamente sistemática, não só no meu temperamento, mas no sentido de que costumo planejar tudo que faço ou pretendo fazer. Se desejo muito realizar algo, geralmente me programo com muita antecedência e imagino direitinho como quero que as coisas aconteçam.

Mas o pior de tudo é que sei que as coisas nem sempre ocorrem como imaginamos. E, como no filme, todos estamos sujeitos a surpresas e a perder o controle da situação. Naturalmente, sempre que algo não acontecia como eu esperava que fosse eu me frustrava bastante. Não que hoje eu não me entristeça com os imprevistos, o que acontece é que tenho aprendido que eu nunca estive no controle…

Sim, nunca controlei nada. Ainda bem! E sabe por quê? Por que Deus guia meus caminhos! E eu continuo planejando minha vida sim, só que agora procuro colocar meus planos diante de Deus. E se alguma coisa não acontecer como previ, eu sei que foi porque não era da vontade do meu Pai, e que Ele tem coisas muito melhores do que sou capaz de imaginar reservadas pra minha vida.

O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR. Provérbios 16:1

Read Full Post »

Older Posts »